P N L

 
Semana da Leitura
A semana da leitura já tem data, será de 5 de Março a 9 de Março.


Vamos ter novas atividades, mas mantém-se a vinda da família à escola, para a habitual leitura na sala dos seus educandos. Entre as novidades desta semana, haverão concursos que já se encontram a decorrer, a escrita de um poema, de um conto e da criação de Histórias de enContar...  Vai ser divertido criar, ler, contar, desenhar, e mais...
Este ano somos finalistas e Padrinhos do 1º A e quando vamos à Biblioteca temos que levar os nossos identificadores:
Horário da Biblioteca
5ªs feiras a partir das 13h e 30 m  vamos à Biblioteca requisitar livros e acompanhar os nossos afilhados do 1º A.
O nosso saco de entrega dos livros à 5ª feira!
1º Período

Plano Nacional de Leitura

Uma viagem ao tempo dos castelos
de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada

Gostámos muito de ler este livro que nos transportou ao século XII, e cujas personagens eram os nosso heróis do início de Portugal: rei D. Afonso Henriques, Egas Moniz, Dª Teresa (mãe de do nosso 1º rei de Portugal) e claro está, as do livro: Ana, João e Orlando. A viagem através da máquina do tempo do Orlando fez com que houvesse uma melhor abordagem da nossa história.
Realizamos este cartaz para final de estudo deste livro:

E também, várias apresentações em grupos dos vários capítulos do livro.


2º Período
Plano Nacional de Leitura
Sonhos na Palma da Mão de Luisa Dacosta




Plano Nacional de Leitura
3º Período

O Elefante Cor de rosa
 de Luisa Dacosta
Reedição de um pequeno conto de Luísa Dacosta – porventura um dos mais emblemáticos da sua obra no domínio da literatura infantil –, que conserva as ilustrações originais da primeira edição (de 1974), da autoria de Armando Alves.
A história desenrola-se em torno de um pequeno elefante cor-de-rosa, que é a cor dos sonhos das crianças, e fala-nos, num primeiro momento, do “mundo amável” em que ele vivia, juntamente com outros elefantes cor- -de-rosa. Era um mundo de paz e de alegria, onde não havia sofrimento. Confrontado, num segundo momento, com a morte inesperada deste seu mundo, o elefante vê-se obrigado a partir e acaba por ir viver para a imaginação de uma criança!
Uma história de sonho e fantasia, que aborda, porém, ainda que de forma magistralmente subtil, valores tão importantes como a amizade, a solidariedade e a entreajuda. Aparentemente simples, na forma e no conteúdo, este pequeno conto revela-se, afinal, fortemente cativante, seduzindo tanto pela riqueza das emoções que desperta como dos simbolismos que encerra – tão ao jeito de Luísa Dacosta!

Nenhum comentário: